Categories

Most Popular

O que é clamidiose felina?

clamidiose felina

A clamidiose felina é uma infecção causada pela bactéria Chlamydia psittac. Ela provoca vários sintomas que inclusive, podem ser notadas pelo tutor. O principal deles é a presença de conjuntivite no felino.

Existem vários problemas que podem prejudicar o bem-estar dos nossos gatinhos. O fundamental é manter-se informado e sempre atento para os cuidados.

Por isso, iremos explicar neste artigo: as causas e sintomas da clamidiose felina; diagnóstico; tratamento e as formas de prevenir essa enfermidade. Assim, você poderá garantir uma vida mais longa, feliz e saudável ao seu filho de pelos!

Clamidiose felina – causas e sintomas

A clamidiose felina, também é conhecida como Pneumonite Felina e considerada uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida ao homem. Porém, esse tipo de contágio entre humanos X felinos é extremamente raro.

Causas

A Chlamydia psittaci, esse nome bem complicadinho mesmo de falar e escrever, é o germe intracelular que transmite a clamidiose. Segundo a Médica Veterinária especialista em felinos, Tamara Jaretta, esse problema acomete animais de qualquer idade. Porém, os filhotes e pacientes imunocomprometidos são mais vulneráveis.

A transmissão da clamidiose felina é comum em ambiente mal ventilado, com muitos gatos reunidos e de diferentes procedências. Um local nessas condições é propício para o contágio (que ocorre por meio das secreções dos animais contaminados).

Sintomas

De acordo com Tamara, essa bactéria atinge principalmente o trato respiratório e os olhos do gato. Ela afirma ainda que, apesar do sintoma mais comum ser a conjuntivite, existem outros sinais da clamidiose que podem ser notados no gato, entre eles:

A presença de corrimento claro ou com pus (nos dois olhos ou em um);

Vermelhidão em apenas um ou dois olhos;

Inchaço da pálpebra;

Blefaroespasmo (olhinho mais fechado que o normal);

Em alguns casos, aproximadamente entre 5 a 30%, podem ocorrer uma rinite bacteriana branda.

Clamidiose felina – Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico só pode ser realizado por um médico veterinário, através de avaliação clínica dos sintomas. Além de exames laboratoriais para confirmar a doença. O tratamento varia de acordo com os sintomas apresentados e só pode ser prescrito por um veterinário.

Clamidiose felina – como prevenir

Imunizar seu gatinho com as vacinas V4 ou V5 é o melhor caminho para prevenir a clamidiose felina. Sem contar que essas doses virais protegem contra outros tipos de doença.

A vacinação deve ser considerada para gatos em risco de exposição à infecção. Especialmente em ambientes com vários gatos reunidos em casa ou abrigos, até mesmo se já houve histórico de clamídia no recinto.

O seu filho de pelos está com todas as vacinas dele em dia? Veja aqui as principais vacinas que seu gato precisa tomar e leve-o ao veterinário com frequência. Assim ele terá uma vida mais saudável e feliz!

    Deixe um comentário

    Your email address will not be published.*