Categories

Most Popular

Estresse felino: atenção ao comportamento do seu gato

Estresse felino

Sabia que o estresse também pode atingir o reino animal? Isso mesmo, o seu gatinho pode ficar incomodado com algumas situações. Desse forma, ele pode ter sua saúde prejudicada, assim como acontece com os humanos.  

Se você tem uma bolinha de pelos em casa sabe o quanto é maravilhoso ter a companhia dele. Mas, também sabe que é preciso tomar vários cuidados para mantê-lo saudável. Diferente do que muitas pessoas pensam, esses animais também sofrem com estresse!  

Por isso, hoje vamos alertar sobre esse assunto. Será que o seu filho de patas anda estressado? Iremos te ajudar a identificar alguns sintomas e de que maneira você pode minimizar esse problema.  

Veja alguns sintomas de estresse felino: 

Normalmente, o que mais deixa os bichanos estressados são: excessos de ruídos, idas constantes ao veterinários e também presença de outros animais. Mudanças de rotina da casa como por exemplo, trocar os móveis de lugar na residência pode afetar os peludinhos.  

  • Agressividade no gato 

 As características dos gatos quando aparentam agressividade são bastante especificas. Eles não se relacionam com outros animais e nem com seus tutores; ficam com as pupilas dilatadas e o olhar fixo; os pelos do lombo ficam arrepiados com muita frequência. 

Gatos estressados geralmente são mais agressivos. Portanto, se o seu bichano começou a ter um comportamento mais arisco ele pode estar sofrendo com estresse. 

  • Marcação de território 

Um sinal evidente de estresse em gatos é a marcação de paredes e móveis grandes (incluindo o sofá), mais ainda quando este comportamento não tinha ocorrido antes. A marcação de território por estresse ocorre em forma de arranhões de cima para baixo, verticais. Além disso, a urina dos gatos contém feromônios produzidos em suas glândulas anais, que advertem a outros gatos que este território pertence a alguém mais.  

  • Surgimento de doenças 

Quando o pet está estressado, há uma liberação de hormônios que interferem no funcionamento adequado dos glóbulos brancos ou células de defesa. Dessa forma, o estresse acaba acarretando problemas no sistema imunológico.  

  • Deixar de fazer sua higiene 

Os gatos são muito limpos, mas quando estressados, eles passam a fazer suas necessidades em locais fora da bandeja. Os pelos começam também a cair com mais frequência.  

  • Transtornos alimentares felinos 

O transtorno alimentar, como por exemplo, a falta total de apetite é um dos principais sinais de gatos estressados. O animal pode chegar a apresentar desnutrição, como também pode comer compulsivamente e no final, vomitar.    

  • Ansiedade 

A ansiedade também é um grande indicador de estresse felino. Um gato ansioso possui fobias e medos constantes que talvez antes não eram comuns para o animal. É muito importante ficar atento ao seu bichano, pois um animal com ansiedade possui tendência a ficar agredindo a si mesmo, como lambidas excessivas e ingestão de objetos não comestíveis. 

Como resolver o estresse felino? 

Como os gatos são mais suscetíveis ao estresse cotidiano e isso acarreta problemas físicos no animal, por isso é primordial que um médico veterinário seja consultado para dar as devidas orientações.  

Mas, é sempre importante verificar se o gato está com as vacinas em dia, já que a agressividade é um dos sintomas.  

Para ajudá-lo, mantenha sua casa sempre limpa e dê muita atenção ao animalzinho, primando pela sua alimentação, bom descanso e higiene.  

Outra dica interessante é mantê-lo próximo de você, dentro de casa, e se possível, deixando a porta de seu quarto aberta na hora de dormir para que ele possa sempre ficar por perto. 

Cuide do seu gato com muito amor e carinho! Gatos são amáveis e parceiros, só precisam ser compreendidos! 

Agora que você conhece alguns dos sintomas do estresse, fique atento ao comportamento do seu filho de 4 patas. Caso ele apresente alguns desses sinais, procure logo o veterinário para que ele possa te orientar melhor para tratar o seu bichano. 

    Deixe um comentário

    Your email address will not be published.*